PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA GESTÃO DE PESSOAS. UMA REVISÃO CONCEITUAL

Autores

Palavras-chave:

Estratégia, Benefícios, Competitividade.

Resumo

Este estudo buscou verificar as diferentes ferramentas colocadas à disposição do gestor para a gestão de pessoas. Procura-se demonstrar como um planejamento estratégico pode mudar a capacidade produtiva de uma empresa e seus resultados, atingindo metas e se posicionando no mercado. A gestão de pessoas é essencial na condução de qualquer atividade na organização, seja ela estratégica ou operacional. O método de procedimento desse estudo foi uma pesquisa bibliográfica. A gestão de pessoas mostra-se como o mecanismo técnico capaz de direcionar essas políticas e estratégias para alcançar os objetivos do negócio, com diversas vantagens como a previsão de orçamento e a capacidade de ser aplicável em empreendimentos de diversas complexidades.

Biografia do Autor

Flavio Henrique Matias , UNIFACCAMP _ Centro Universitário Campo Limpo Paulista

Especialista; Pós-Graduado em MBA Gestão do Comércio Exterior; Pós-Graduado em MBA Gestão de Projetos; Pós-Graduado em MBA Gestão de Pessoas; (UNIFACCAMP)

Adherbaldo Rocha , UNIFACCAMP _ Centro Universitário Campo Limpo Paulista

Especialista; Pós-Graduado em MBA Gestão de Projetos; Pós-Graduado em MBA Gestão de Pessoas; (UNIFACCAMP).

Diogo Cardoso Cerchiaro , UNIFACCAMP _ Centro Universitário Campo Limpo Paulista

Especialista; Pós-Graduado em MBA Gestão de Projetos. Pós-Graduado em MBA Gestão de Pessoas; Pós-Graduado em Psicologia Organizacional. (UNIFACCAMP)

Bruno Magera Conceição , UNIFACCAMP _ Centro Universitário Campo Limpo Paulista

Especialista; Pós-Graduado em MBA Gestão de Projetos. Pós-Graduado em MBA Gestão de Pessoas; (UNIFACCAMP).

Alessandro Marco Rosini, Faculdade Flamingo

Professor Pesquisador

Referências

ASSAF NETO, Alexandre; LIMA, Fabiano Guasti. (2011). Curso de Administração financeira.2. ed. São Paulo: Atlas.

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. (2009). Administração: novo cenário competitivo. Tradução Bazán Tecnologia e Linguística Ltda. 2. ed. São Paulo: Atlas.

BILHAR, A. l. (2012). Análise De Viabilidade Econômica e Ambiental de um Projeto de Investimento em uma Indústria de Alimentos. Revista Destaques Acadêmicos, Vol. 5, N. 1, 2012 - Cgo/Univates.

CAMARGO, Camila. (2007). Análise de investimentos e demonstrativos financeiros. Curitiba: IBPEX..

CERTO, S. C. (2003). Administração moderna. Tradução Maria Lúcia G. L. Rosa e Ludmilla Teixeira Lima. 9. ed. São Paulo: Prentice Hall.

CERTO, S. C.; PETER, J.P. (1993). Análise do Ambiente. In Administração estratégica: planejamento e implantação da estratégia. SP: MakronBooks, 1993. p.37-38.

CESAR, Julio. Sustentabilidade. Agosto, 2015. Disponível em <https://www.linkedin.com/pulse/sustentabilidade-julio-cesar>. Acesso em 15/11/2019.

CONSENTINO, Danielli Venancio; et al. (2011). Planejamento Estratégico voltado para a Gestão e Desenvolvimento de uma Empresa. Centro Universitário Católicio Salesiano Auxilium. Lins-SP. Disponível em <http://www.unisalesiano.edu.br/biblioteca/monografias/54017.pdf>. Acesso em 17/11/2019.

DAYCHOUM, Merhi. (2005). Gerência de projetos: programa delegacia legal / MerhiDaychoum. Rio de Janeiro: Brasport.

GEMPAR. (2018). Manual de Gerenciamento de Projetos. Ministério Público do Paraná. Disponível em <http://www.planejamento.mppr.mp.br/arquivos/File/subplan/gempar/manual.pdf>. Acesso em 22/11/2019.

KEELLING, Ralph. (2002). Gestão de Projetos: uma abordagem global / Ralph Keelling; tradução Cid Knipel Moreira, revisão técnica Orlando Cattini Jr. São Paulo: Saraiva.

MASCARENHAS, André Ofenhejm (2009). Gestão estratégica de pessoas. São Paulo: Cengage Learning.

MATHIAS, Washington Franco. (1986). Projetos: planejamento, elaboração, análise. São Paulo: Atlas.

MAXIMIANO, Antônio Cesar Amaru. (2002). Administração de Projetos: como transformar idéias em resultados. 2. ed. - São Paulo: Atlas.

MAXIMIANO, Antônio Cesar Amaru. (2009). Administração de Projetos: como transformar idéias em resultados. 3. ed. 2 reimpr. - São Paulo: Atlas.

MEGLIORINI, Evandir; VALLIM, Marco Aurélio. (2009). Administração financeira: uma abordagem brasileira. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

MENEZES, Luís César de Moura. (2003). Gestão de Projetos. 2. ed. São Paulo. Atlas.

OLIVEIRA, D. P. R. (2007). Planejamento estratégico: conceitos, metodologia e práticas. 23. ed. São Paulo: Atlas.

SAMPAIO, C. H. (2004). Planejamento estratégico. 4. ed. Porto Alegre: Sebrae/RS.

TRENTIM, M. H.; et al. (2010). Planejamento Estratégico e Gestão de Projetos. IV Encontro de Engenharia de Produção Agroindustrial. Campo Mourão-PR. Disponível em <http://www.fecilcam.br/anais_iveepa/arquivos/5/5-12.pdf>. Acesso em 28/11/2019.

VARGAS, Ricardo Viana. (2005). Gerenciamento de projeto - Estabelecendo diferenciais competitivos / Ricardo Viana Vargas; prefácio de Reeve Haroldo R. - 6. ed. atual. - Rio de Janeiro - Brasport.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>